quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Família e Escola "Relação decisiva para o Sucesso da Educação"

ENCONTRO PEDAGÓGICO DE LÍNGUA PORTUGUESA E ARTES
2012

TEMA
Família e Escola
"Relação decisiva para o Sucesso da Educação"

Projeto
Família e Escola
"Relação decisiva para o sucesso da Educação"

Apresentação
Toda criança, adolescente e jovem têm direito a ser criado e educado no seio de uma família, em ambiente seguro e afetivo. Essa afirmação revela o desejo da maioria das pessoas quando o assunto é família.

Neste contexto de intensas transformações socioeconômicas e culturais, a educação dos filhos, é assumida também pelo Estado por meio das instituições, ora mediante políticas assistenciais, ora compensatórias e ora complementares.

Entre essas instituições, está a escola, que, em diferentes momentos na história, vem assumindo um papel que, em princípio, não pode ser só seu: o de educar os alunos para a cidadania.

Com todas as mudanças ocorridas na família, é preciso reforçar a importância dessa instituição e o seu papel fundamental na educação das futuras gerações. E em complementaridade o papel do Estado numa articulação permanente. Cabe à escola, frente aos desafios da contemporaneidade, promover uma maior participação da família no processo educativo, evocando responsabilidades.

No momento em que a família busca a escola para a matrícula do filho inicia-se um processo de interação e de reconhecimento entre estas duas instituições.

Em ambas, os valores são colocados à mostra e à prova. A Escola como espaço da diversidade anuncia ou denuncia, em confronto com as diferenças e os valores, as formas de educar da família.
O mesmo ocorrendo com a escola sob o olhar da família. Portanto, torna-se necessário buscar formas de promover a articulação entre a Família e a Escola para o desenvolvimento do processo educativo numa perspectiva da formação intelectual e afetiva das crianças, adolescentes e jovens.

Quando falamos da “Parceria Família-Escola” não podemos esquecer-nos de um terceiro componente, o “filho-aluno”. Afinal é ele quem pode ser o elo entre estas duas instituições, em permanente processo de mudança pela incompletude de suas funções, ora pelo que “não” fazem ou pelo que “deveriam fazer”, numa realidade de intensas transformações.
Por mais que a escola e a família estejam passando por uma “crise de valores” ou estejam sendo submetidas a processos de mudanças nem sempre favoráveis, ambas são instituições que precisam ser valorizadas e mantidas. Isso requer da sociedade e do Estado à atenção e o investimento em políticas de fortalecimento com características emancipatórias e não mais assistenciais compensatórias ou substitutivas, mas complementares.

A família coloca filhos na escola e não alunos, a escola recebe alunos e não filhos. Essa é uma questão que deve ser colocada no centro do diálogo, considerar que não podem ser instituições em campos opostos, antagônicos ou em disputa, mas que compartilham um mesmo objetivo, o de preparar melhor as futuras gerações para que adquiram valores e saberes.
Por isso a escola deve estar preparada com seus objetivos definidos, ao ponto de cativar o respeito da família pela instituição, seja ela pública ou particular.
Diante disso, é que se propõe a implementação de um projeto que contempla ações que visam integrar escola e família.
O Projeto Família e Escola Relação decisiva para o sucesso da educação tem como propósito estabelecer canais efetivos de interação que possibilitem a busca por uma melhor qualidade da educação, construindo uma relação de corresponsabilidade entre Escola e Família que sustente e apóie a aprendizagem do aluno, reconhecendo a escola como espaço de conhecimento, afeto e convívio democrático em articulação com a família.

Objetivos gerais
·        Contribuir com ações educativas pelo bom relacionamento entre pais e filhos;
·        Fortalecer e aprofundar a relação Escola e Família;
·        Buscar o diálogo entre a família e a escola, definindo limites, possibilidades e responsabilidades de cada uma;
·        Incentivar e fortalecer a participação e a organização coletiva de todos os segmentos da escola;

Objetivos específicos
·        Contribuir na melhoria do desempenho escolar e redução nos índices de reprovação e evasão.
·        Auxiliar na construção da identidade, autonomia, auto-estima e perspectiva do estudante.

Público
O Projeto contemplará os alunos, a escola e famílias das escolas do Ensino
Fundamental do Município.
O Projeto compõe ações e visa à articulação entre a Família e a Escola, com o objetivo de melhorar a qualidade da educação oferecida às crianças, adolescentes e jovens no Município de Breu Branco.
                                                        Primeiras Ações do Projeto
_Realizar uma palestra com a presença da família de todas as escolas sede do município.
_Realizar uma caminhada pelas ruas da cidade, divulgando o projeto por meio de panfletos, faixas, carro de som e outros.
Obs: Cada escola deverá mobilizar sua equipe com materiais de divulgação para a caminhada.
No Projeto Família e Escola relação decisiva para o sucesso da Educação, a escola atua pelo:
I- Acompanhamento do Processo Ensino Aprendizagem – espaço de conhecimento, que possibilita às famílias o envolvimento no processo ensino aprendizagem, no acompanhamento do desempenho escolar dos filhos e na participação das produções acadêmicas e culturais;

II – Fortalecimento do Relacionamento Pais e Filhos - espaço de aproximação e afeto, que promove o convívio entre pais (ou responsáveis) e filhos, resgata o diálogo geracional, orienta o processo educativo e permite a troca de experiências;

III- Integração Escola, Família e Comunidade - espaço de convívio e participação social, que abre as portas para atividades de integração entre as diversas famílias, a escola e a comunidade local, envolvendo instituições parceiras como o Conselho Tutelar, o Ministério Público e outras, e garante a participação na gestão escolar.
                        Sugestões de Estratégias para atrair a família para a escola
-Chá com a Família;
-Feira da família com: Ação cidadania, feira literária, contação de histórias, rodas de leitura, teatro com os pais.
                                                         Sugestões Pedagógicas
Como apoio para o projeto, segue algumas sugestões de filmes e livros como suporte para as ações so projeto.
Podem ser trabalhados pelos profissionais da escola em momentos de estudos, nos encontros com as famílias e alunos, como ferramenta pedagógica em sala de aula, sempre precedidos de planejamento, seguidos de debates e dinâmicas.
FILMES:

BILLY ELLIOT - Billy Elliot (Jamie Bell) é um garoto de 11 anos que fica fascinado com a magia do balé, que passa a conhecer nas aulas de dança clássica realizada na mesma academia onde pratica boxe.
Incentivado pela professora de balé (Julie Walters), que vê em Billy um talento nato para a dança, ele resolve então pendurar as luvas de boxe e se dedicar de corpo e alma à dança, mesmo
tendo que enfrentar a contrariedade de seu irmão e seu pai à sua nova atividade.

Gênero: Drama
Sugestões de temas para debates:
- O estigma da feminilidade e o preconceito em relação ao balé.
- A superação do preconceito.
- A aceitação da diversidade nas relações familiares.
- O papel da professora como motivação para a descoberta da paixão pela dança e superação das dificuldades

CENTRAL DO BRASIL - O filme retrata a vida de Dora, uma professora aposentada que ganha a vida escrevendo cartas para analfabetos, na maior estação de trens do Rio de Janeiro (Central do Brasil), e Josué, um garoto pobre que, com oito anos de idade, perde sua mãe no Rio de Janeiro e sonha com uma viagem ao Nordeste para conhecer o pai. Após a perda da mãe em um grave acidente, Josué embarca numa viagem para o sertão baiano e pernambucano com Dora, em busca do pai e dos irmãos.

Gênero: Drama
Sugestões de temas para debates
- A estrutura familiar vivenciada por Josué, caracterizada por pais separados.
- A relação de amizade e solidariedade entre Josué e Dora.
- A questão ética de Dora, que não cumpria o acordo de postar as cartas.
- A viagem como metáfora da retomada do sentido pela vida.

RAIN MAN - É a história de um jovem yuppie (Tom Cruise) e seu irmão autista (Dustin Hoffman), que se encontram após a morte do pai e embarcam numa viagem pelo país, durante a qual são levados a se descobrirem como irmãos e a aprenderem o sentido do laço familiar.

Gênero: Drama
Sugestões de temas para debates:
- Valores envolvidos nas relações estabelecidas entre os atores do filme (solidariedade, empatia, amor etc.)
- Respeito às diferenças.
- O cuidado como dimensão humana.
- Responsabilidade para com o outro.
- As dificuldades numa relação com um irmão autista.
- A transformação dos valores humanos a partir das relações familiares.

VEM DANÇAR - Um drama inspirado na história real de Pierre Dulaine, um professor que ensina dança de salão como voluntário a um grupo variado de alunos do ensino médio de uma área carente do centro de Nova York. Na tentativa de apresentar seus métodos clássicos, acaba enfrentando a resistência dos alunos, mais interessados em hip hop. É quando deste confronto nasce um
novo estilo de dança.

Gênero: Drama/Musical

DESAFIANDO GIGANTES - Conta a história de Grant Taylor, um técnico fracassado de futebol americano, que, diante de dificuldades pessoais e profissionais, é desafiado a redescobrir a capacidade de superação humana pela força de vontade e perseverança e aprender o sentido da força interior e do poder da fé.

Gênero: Drama
Sugestões de temas para debates:
- Perseverança para vencer os obstáculos da vida.
- Poder da fé.

MEU NOME NÃO É JOHNNY - Filme baseado no livro homônimo de Guilherme Fiúza, que retrata a trajetória de vida de João Guilherme Estrella, um típico jovem da classe média, que se tornou traficante de drogas da zona sul do Rio de Janeiro nos anos 90.

Gênero: Drama
Sugestões de temas para debates:
- Falta de limite e de valores na família.
- Efeito nocivo das drogas.
- Realidade do tráfico.
- Recuperação e inserção social.

JUNO - Retrata a vida de Juno, uma menina de 16 anos, que engravida acidentalmente de seu companheiro de classe Bleeker e decide por nao fazer um aborto. Com a ajuda do pai, da madrasta e da melhor amiga, Leah, a jovem adolescente procura o casal “perfeito” para criar seu filho, e encara situações delicadas e incomuns para sua maturidade.

Gênero: Gravidez precoce.
Sugestões de temas para debates:
- Gravidez na adolescência.
- Adoção e aborto.
- Refletir e encarar as diversidades de situações problemáticas da vida sem a visão preconceituosa que a sociedade nos impõe.

PROCURANDO NEMO - É a história de um filhote de peixe-palhaço, Nemo, que, após ser sequestrado do coral onde vive, acaba tendo que enfrentar os perigos do mar. Paralelamente, narra a busca incessante do pai pelo filho desaparecido.

Gênero: Animação
Sugestões de temas para debates:
- Afetividade entre pai e filho.
- Relações familiares.
- Solidariedade.
- Perseverança.
- Diferentes ambientes.

ESCRITORES DA LIBERDADE - Baseado em fatos reais, o filme retrata a história de Erin, uma professora novata interessada em lecionar Língua e Literatura Inglesa para uma turma de adolescentes criados em meio à violência das ruas. Resistentes ao ensino convencional, aprendem o significado da tolerância e, com o trabalho da professora, são levados a recuperar suas vidas desfeitas e mudar sua visão de mundo.

Gênero: Drama
Sugestões de temas para debates:
- Transformação individual e comunitária.
- Novas realidades sociais a partir da conscientização de cada ser humano.
- Tolerância mútua.
- Perspectiva de vida.

BICHO DE SETE CABEÇAS - Narração em linguagem de documentário,
Bicho de Sete Cabeças é a história verídica de um adolescente de classe média baixa de São Paulo que mergulha numa tragédia quando o pai conservador o interna num manicômio depois de descobrir que ele é usuário de maconha, com a intenção de curá-lo do vício. Lá ele conhece uma realidade absurda e desumana, e é obrigado a amadurecer e mudar radicalmente sua relação com o pai.

Gênero: Drama
Sugestões de temas para debates:
- Intolerância familiar.
- Violação dos direitos.
- Inclusão social.
- Drogas e suas consequências.

FILMES DE CURTA DURAÇÃO.

É OU NÃO É?
Retrata o problema das drogas nas escolas, o despreparo da família e da sociedade para lidar com a questão.

Gênero: Drama
Sugestões de temas para debates:
- Reflexão com os desafios que envolvem o mundo das drogas.

BONECA NA MOCHILA
Um motorista de táxi conduz uma mulher à escola. Ela foi chamada porque flagraram seu filho com uma boneca na mochila. Durante o caminho, enquanto escuta um programa de rádio sobre homossexualidade, eles conversam sobre esse assunto.

Gênero: Drama
Sugestões de temas para debates:
- Questões de gênero e preconceito.

BONEZINHO VERMELHO
O namoro da adolescente Gabriela (Bonezinho Vermelho) e Tavinho é contado por seu irmão, Mauro. Vídeo mostra as inseguranças e decisões do casal sobre a vida afetiva e sexual. O clímax se dá com a gravidez de Gabriela e as mudanças que ocorrem para ela, seu namorado e sua família.

Gênero: Drama
Sugestões de temas para debates:
- Métodos contraceptivos.
- Gravidez na adolescência.
- Participação masculina.

PURO CONFLITO
Mostra de forma bem humorada o dia a dia de uma família em situações passíveis de gerarem conflitos, motivados por diferentes desejos e expectativas de cada um dos membros.

Gênero: Comédia
Sugestões de temas para debates:
- Relações familiares
Fonte: Site da ECOS: www.ecos.org.br
Sugestões de temas para debates:
- Conflito escolar.
- Auto-estima.
- Perseverança.
- Perspectivas de vida .
- Relações interpessoais na escola e na família.
- A exclusão social.
- A dança como instrumento de superação das dificuldades
sociais.

LIVROS

Heróis Invisíveis
Autor: Gilberto Dimenstein
Conta a história de 50 pessoas que desenvolvem projetos sociais com poucos recursos, transformando escolas, bairros e comunidades inteiras da capital com suas ações.
Editora: Wide Publishing Ltda.

Gentileza
Autor: Gabriel Chalita
Na descrição da editora, o livro “é um convite para que a poesia das palavras se transforme na poesia da ação.” São reflexões poéticas sob a forma de versos livres, com o objetivo de motivar e ressaltar a beleza da vida.

Limite sem traumas: construindo cidadão
Autor: Tânia Zagury
Lições de como operacionalizar a educação dos jovens de hoje, a partir de pesquisas científicas, e transformá-los em cidadãos. O livro aborda necessidades das crianças em cada etapa do desenvolvimento, sempre relacionadas às respectivas tarefas dos pais em relação aos limites.
Editora: Record

Quem Ama Educa
Autor: Içami Tiba
A versão contemporânea de Quem Ama, Educa! Formando cidadãos éticos aprofunda os conceitos da Teoria Integração Relacional.
Criada pelo autor, a teoria reúne ingredientes para uma educação de qualidade, entre eles, a religiosidade, disciplina, gratidão, cidadania e ética.
Editora: Integrare

Educar sem culpa
Autor: Tânia Zagury
Esta obra aborda a importância para educação dos filhos, priorizando os aspectos sociais, éticos e de cidadania. São discutidos temas atuais como o ciúme entre irmãos, a exposição à TV, os limites para os adolescentes e o real papel dos avós.
Editora: Record

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
Projeto Colégio La Salle

ALMEIDA, Ana.  Ultrapassando o pai - herança cultural restrita e competência escolar. In: NOGUEIRA, Maria Alice, ROMANELLI, Geraldo e ZAGO, Nadir. Família e escola: trajetórias de escolarização em camadas médias e populares. Petrópolis: Vozes, p. 81-97,
2000.

BARROS, Ricardo Paes e MENDONÇA, Rosane. O impacto da educação dos pais sobre o bem-estar dos filhos. Trabalho apresentado no XXIV Encontro Anual da ANPOCS – GT Educação e Sociedade, 2001.

BRASIL. Lei n. 8.069, de 13 de julho de 1990. Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá outras providências.
BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil: promulgada em 5 de outubro de 1988.

GENTILI, P. Parceiros na Aprendizagem. www.revistaabrilescola.com.br, 2006.
GOMES, J.V. Relações Família e Escola – Continuidade/descontinuidade no processo educativo.  www.crmariocovas.sp.gov.br; 2008.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Cartilha do Ziraldo RECURSO AUDIOVISUAL INTERATIVO. Sair do Papel – Cidadania em Construção ROMANELLI, G. Escola e família de classes populares: notas para discussão. www.asseec.org.br; 2008.
SUTTER, G. Refletindo sobre a relação Família-Escola.

ZAGURY, Tânia. Escola sem conflito: parceria com os pais. 8ª Ed.- Rio
de Janeiro: Record, 2008.              

Coordenação de Língua Portuguesa. www.portuguesemed.blogspot.com

Acompanhe algumas fotos a seguir.

                                                                                                                         Abraços, até a próxima!







Nenhum comentário:

Postar um comentário